quarta-feira, 29 de abril de 2009

CAMINHAR OU CORRER

Enquanto uns acreditam que a caminhada é a melhor maneira de manter o físico e a saúde “em cima”, outros preferem a corrida diária, pois não abrem mão da velocidade nos movimentos. O ideal é não ficar parado.

Mas qual é a melhor opção? Caminhar ou correr?

O importante é saber que ambas são atividades prazerosas e fazem bem ao corpo e à mente. Porém, existem muitas questões a respeito da forma de praticar e vantagens de uma sobre a outra no sentido de emagrecer e conseguir um melhor condicionamento físico.

Segundo o professor de educação física, Marcelo Teixeira, as duas atividades físicas proporcionam um melhor condicionamento cardiorrespiratório, fortalecem os músculos dos membros inferiores e favorecem na eliminação de gorduras. Mas é preciso ficar atento aos riscos e às contra-indicações dessas atividades.

A caminhada, por sua vez, é recomendada especialmente para iniciantes, gestantes e idosos, por ser de fácil execução, e não exigir nenhuma habilidade especial. No entanto, é necessário ir devagar e aumentar o ritmo e a duração gradualmente.
“O ideal é começar a se exercitar três vezes por semana, durante 20 minutos cada dia, e então ir aumentando o tempo de acordo com seu desempenho, a fim de que possa usufruir dos benefícios fisiológicos e também obter uma sensação de bem-estar da atividade”, explica Marcelo Teixeira.

Miralva Santos, 57 anos, caminha 50 minutos diariamente há mais de dois anos. Para ela, essa atividade ajuda a manter os músculos do corpo ativos. “Caminho para não enferrujar, porque sei que é bom, tanto para a saúde quanto para a mente”, conta.

Como correr

Correr é tão eficiente quanto a caminhada para a perda de peso, embora muitos acreditem que o cooper proporciona um resultado mais rápido, e por isso se torna grande o número de pessoas que acabam optando pela corrida sem saber que é necessário uma avaliação médica anterior para verificar se o preparo físico é o ideal para essa atividade.

É preciso também levar em conta que correr é um exercício de maior impacto, e por isso exige maiores cuidados, como alongar o corpo pelo menos 10 minutos antes da corrida, ter uma alimentação equilibrada, usar roupas adequadas e beber bastante líquido antes e depois dessa atividade, a fim de repor o que foi perdido. São umas das recomendações para se praticar a corrida de forma que ela venha a se tornar prazerosa e segura.

O atleta Rogério de Jesus Ferreira, 27 anos, corre há anos. Ele acredita que a caminhada é a melhor opção para pessoas obesas. “Se a pessoa não tiver um preparo físico antes, ela pode vir a ter complicações e até um infarto. É preciso que o corpo se adéque primeiro àqueles movimentos”, afirma Rogério.

Bom apesar das correrias e do pouco tempo para postar no blog, minha dieta esta tudo na boa, na verdade ate tem dias que nao ando comendo direito por causa da correria, mas tento ao menos comer bastante frutas.

A academia semana passada nao consegui ir nenhum dia em função com cartorio para reconhecer firma isso e aquilo mas esta semana ja voltei ao normal.

E que venha o feriadão :)

sexta-feira, 24 de abril de 2009

Só para dizer q estou vivo, só que ando em uma correria doida, muito trabalho entre outras coisas, mas logo logo tudo vai melhorar, ok.
Um otimo final de semana.

:)

segunda-feira, 13 de abril de 2009

ALIMENTAÇÃO RICA EM FIBRAS AJUDA A REDUZIR MEDIDAS!

Antes de tudo é bom deixar claro que nenhum alimento tem o poder sozinho de queimar calorias ou modelar o corpo. Para essa finalidade é necessário aliar também as atividades físicas como complemento da vida saudável. Os resultados que a pessoa pode atingir dependerá muito da ingestão de certos nutrientes que contribuem de alguma maneira.

É o caso das fibras (presentes nas frutas, verduras, legumes, cereais, entre outros) que exerce o “poder” de envolver o alimento gorduroso como uma película e evitar a entrada da gordura no sangue. As fibras agem como “protetora” até a formação das fezes e, em seguida, a gordura é eliminada sem ser absorvida. Contudo, de nada adianta exagerar nos alimentos gordurosos e achar que as fibras vão ajudar a eliminar a gordura e, assim, reduzir medidas abdominais. O segredo é saber balancear as refeições e também praticar exercícios.

Insolúveis e Solúveis

As fibras solúveis têm a capacidade de se dissolverem na água e tornarem-se pastosas. Um dos tipos é a pectina, encontrado em frutas (como a maçã), nozes, legumes, vegetais e em certas gomas e mucilagens (presente em sementes e algumas secreções de plantas). Age especialmente no estômago e no intestino delgado e sua função é atuar na elevação da saciedade, atrasando a absorção da glicose (consequentemente eleva a glicemia e reduz as chances de formação da gordura corporal). Outro benefício é a diminuição dos níveis elevados de colesterol do sangue.

Já as fibras do tipo insolúveis contêm a presença de fitoquímicos (substâncias ativas que o organismo absorve e contribuem para a saúde como um todo, até mesmo na prevenção de algumas doenças, como câncer e problemas cardíacos).

Os dois tipos precisam de água para que a movimentação intestinal seja facilitada. Atuam contra o mau funcionamento do intestino, já que contribuem diretamente para a formação e consistência adequada das fezes, além de facilitar a passagem mais rápida no intestino. Tanto a solúvel como a insolúvel são igualmente importantes e podem estar presentes num só alimento. Temos como exemplo a maçã, que possui a celulose insolúvel na casca, enquanto a polpa é uma rica fonte de fibra solúvel.

A camada externa de um grão (que apresenta a maior parte das fibras) é removida na refinação. Por isso os alimentos de grão integrais, como arroz, macarrão e pão (a base de trigo integral) são boas fontes de fibras, com as vantagens de: fazer bem ao processo digestivo; evitar a absorção de gordura e ainda proporcionar satisfação. O organismo metaboliza as proteínas e as gorduras mais lentamente do que as fibras, por isso a pessoa não sentirá fome tão cedo.

Dica: Procure comer as cascas de batatas, maçãs e outras frutas e legumes. Desta forma você aumentará a ingestão de fibras.

Confira a lista de alimentos ricos em fibras:
- Alface;
- Couve;
- Repolho;
- Espinafre;
- Quiabo;
- Ervilha;
- Vagem;
- Mamão;
- Maçã;
- Laranja;
- Iogurte Natural;
- Semente de Linhaça.
E chega de moleza hehehehe esta semaninha e normal.... 5 dias hehehe, eu na verdade 6 porque sabado trabalho ate o meio dia tambem :( mas faz parte.

Uma otima semana a todos e força na R.A.

um abraço.

quinta-feira, 9 de abril de 2009

Aproveite a sexta-feira santa: peixes promovem uma onda de boa saúde

Nem precisa ser um seguidor fervoroso das tradições para optar pelo peixe no lugar da carne ou do frango na semana da Páscoa. Nessa época, as peixarias vão à loucura com a procura. O bacalhau chega a disputar, com a sobremesa de chocolate, o posto de vedete no almoço dominical.

Mas fora a data, você já se perguntou quanto peixe tem comido? Acredite, essa resposta é para lá de importante, tamanhos os benefícios que os nutrientes encontrados nos peixes oferecem ao organismo.

Coração tinindo
Para tanto, é necessários consumi-lo em boas porções. O cardiologista Michael Burr constatou, no Centro de Pesquisas Médicas de Cardiff, no País de Gales, que vítimas de ataques cardíacos aumentaram as chances de evitar novos problemas em 29%, passandoa comer peixe pelo menos duas vezes por semana.

O ideal é o consumo de peixes grelhados ou assados, de preferência acompanhados de molhos leves, arroz, purês e vegetais , aconselha a nutricionista Fabiana Honda, de São Paulo.

O milagre é assinado pelo ômega 3, um tipo de ácido graxo que promove uma faxina geral nas artérias. Esse nutriente é encontrado principalmente nos habitantes de água fria, como salmão, atum, sardinha, arenque, anchova, tainha, bacalhau e a truta. O ômega 3 atende dois requisitos fundamentais para o coração bater a todo vapor: aumenta o HDL, o colesterol bom, e reduz o ruim, o LDL.

A lista de seus benefícios não pára por aí. Também é responsável por abaixar o índice de triglicérides e a pressão sangüínea, prevenindo contra a aterosclerose, infarto e derrame.

Blindagem contra depressão e diabetes
Mal de Alzheimer é um dos fantasmas que tremem de medo só de imaginar o seu prato recheado com essa delícia dos mares. Os peixes melhoram os níveis de serotonina e dopamina no cérebro, substâncias associadas à depressão, e diminuem o nível de insulina, impedindo o desenvolvimento do diabetes. Também tem ação antiinflamatória, o que alivia as dores causadas pela artrite. O teor de lipídios do salmão é maior quando comparado aos outros dois peixes. Em contrapartida, sua quantidade de ômega 3 também é: são 4,47 gramas para cada posta de 100 gramas; já o atum apresenta 2,82 gramas para o mesmo pedaço , explica Fernanda Brunacci, da Equilibrium Consultoria em Nutrição e Bem-estar, de São Paulo.

Fora essa gordura do bem que vale ouro, os peixes são ricos em proteínas, essenciais para a manutenção da massa magra do corpo e integridade da pele, das unhas e dos cabelos. O bacalhau, mesmo com todas suas vantagens nutricionais, não deve ser consumido por pessoas hipertensas, já que é conservado no sal , alerta Fernanda Brunacci.

Dê uma olhada do que se compõe uma boa posta de peixe:

1. Cálcio, que confere ossos duros de roer
2. Potássio, nutriente que abaixa a pressão
3. Selênio, substância antioxidante que promove o rejuvenescimento celular e afasta o risco de tumores
4. Ferro, para afastar a fraqueza e anemia
5. Vitamina A, que protege a saúde da visão
6. Niacina, vitamina do complexo B que eleva o colesterol bom (HDL)
7. Iodo, essencial para o funcionamento da tireóide, regulando o metabolismo
8. Cobalto, mineral que auxilia na absorção de vitamina B

Fonte: UOL



UM OTIMO FERIADÃOOOOOOO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! FIQUEM COM DEUS!!!!!!!!!!!!!!!!!!

segunda-feira, 6 de abril de 2009

10 alimentos para viver mais

Conheça alguns dos alimentos que a ciência já comprovou serem capazes de prevenir doenças e a quantidade indicada para potencializar seus benefícios*
AVEIA

Ajuda a diminuir o colesterol ruim, o LDL. Ganhou o selo de redutor do risco de doenças cardíacas da FDA, agência americana de controle de alimentos e remédios
Quantidade recomendada: 40 gramas por dia de farelo ou 60
gramas da farinha
ALHO
Reduz a pressão arterial e protege o coração ao diminuir a taxa de colesterol ruim e aumentar os níveis do colesterol bom, o HDL. Pesquisas indicam que pode ajudar na prevenção de tumores malignos
Quantidade recomendada: um dente por dia (para diminuir o colesterol e a pressão arterial)

AZEITE DE OLIVA
Auxilia na redução do LDL. Sua ingestão no lugar de margarina ou manteiga pode reduzir em até 40% o risco de doenças do coração
Quantidade recomendada: 15 mililitros por dia ou uma colher (de sopa rasa)

CASTANHA-DO-PARÁ
Assim como noz, pistache e amêndoa, auxilia na prevenção de problemas cardíacos. Também ganhou o selo de redutora de doenças cardiovasculares da FDA
Quantidade recomendada: 30 gramas por dia ou de cinco a seis unidades

CHÁ VERDE
Auxilia na prevenção de tumores malignos. Estudos indicam ainda que pode diminuir as doenças do coração, prevenir pedras nos rins e auxiliar no tratamento da obesidade
Quantidade recomendada: De quatro a seis xícaras por dia (para reduzir os riscos de gastrite e câncer no esôfago)

MAÇÃ
Ajuda a prevenir tumores malignos, diz o médico Michael Roizen. O consumo regular de frutas variadas auxilia na redução de doenças cardíacas e da pressão sanguínea, além de evitar doenças oculares como catarata
Quantidade recomendada: cinco porções de frutas por dia

PEIXES
Os peixes ricos em ômega 3, como a sardinha, o bacalhau e o salmão, são poderosos aliados na prevenção de infartos e derrames. Estudos indicam também que reduzem dores de artrite, melhoram a depressão e protegem o cérebro contra doenças como o mal de Alzheimer
Quantidade recomendada: pelo menos 180 gramas por semana (para reduzir o risco de doenças cardiovasculares)

SOJA
Ajuda a reduzir o risco de doenças cardiovasculares, segundo a FDA. Seu consumo regular pode diminuir os níveis de colesterol ruim em mais de 10%. Há indicações de que também ajuda a amenizar os incômodos da menopausa e a prevenir o câncer de mama e de cólon
Quantidade recomendada: 150 gramas de grão de soja por dia, o equivalente a uma xícara de chá (para reduzir o colesterol)

TOMATE
Auxilia na prevenção do câncer de próstata
Quantidade recomendada: uma colher e meia (sopa) de molho de tomate por dia

VINHO TINTO
A uva vermelha, presente no vinho ou no suco, ajuda a aumentar o colesterol bom e evita o acúmulo de gordura nas artérias, prevenindo doenças do coração
Quantidade recomendada: dois copos de suco de uva ou uma taça de vinho tinto por dia

Realmente minha vida esta beeeeeem corrida, semana passada so consegui postar na segunda mesm :( estou com uns projetos novos ai em uma empresa que estou abrindo então é aquela correria de xerox autenticado para la, caortorio, prefeitura isso e aquilo, e também academia, inicio de mes contas para pagar e ai vai.

Mas esta semana tentarei postar mais no blog, mas rezumindo durante a semana foi tudo bem com a R.A. só na academia nao consegui ir nenhum dia, mas nesta semana irei todos como de costume mas o importante é que sei que não ganhei peso e continuo muito bem graças a Deus.

Uma ótima semana a todos(as).

Fiquem com Deus!!!