sábado, 29 de janeiro de 2011

Valor nutricional e calorias da UVA - fonte: site XENICARE

Provavelmente é uma das frutas mais antigas que existem. As cavernas pré-históricas já continham sementes de uvas, mas a sua origem ainda mostra controvérsias. O lugar mais provável de sua origem são as redondezas do Mar Cáspio. A Itália foi o principal divulgador da uva pelo mundo. Existem mais de 8000 variedades de uvas, e por causa do vinho, que é um de seus subprodutos é uma das frutas de maior produção mundial. É bom lembrar que as uvas de mesa não servem para fazer vinho
A raiz da videira penetra cerca de 7 metros palas várias camadas do solo. E quanto mais pobre o solo, mais ela afunda e mais nobre resultará a uva. Mas existe um clima ideal para plantar uvas. Não menos que 15 graus e não mais que 30 e a altitude em torno de 800 m.
No Brasil, chegou em 1532 com a expedição de Martim Afonso pelas mãos do colonizador Brás Cubas. Primeiro tentaram em São Vicente. Depois, como não dava certo, em 1551, foi plantado onde é hoje o bairro do Tatuapé. Lógico, que o forte do nosso vinho viria no sul do país a partir de 1839. Primeiro com a uva Isabel , boa para sucos e ao natural e depois a partir de 1930, com a uva para vinho.

Valor nutricional em cada 100g
Calorias – 71 calorias
Proteínas - 0,6g
Gorduras– 0,6g
Carboidratos – 17,8

É rica em carboidratos, mas também apresenta pequenas quantidades de vitaminas do complexo B e vitamina C. Fornece boas doses de minerais como potássio, cálcio, fósforo, magnésio, cobre e iodo.

A uva também é rica em compostos antioxidantes e anticancerígenos. A uva rosada possui alto teor do antioxidante quercetina. A casca da uva aumenta o colesterol HDL, considerado o bom colesterol. A uva verde: tem poderes antibacterianos e antivirais. O óleo da semente da uva também aumenta o colesterol HDL, considerado o bom colesterol.
Hoje, o vinho é considerado um alimento funcional, pois vários estudos mostraram suas propriedades no controle de doenças cardiovasculares. Os alimentos funcionais são aqueles que além de suas propriedades nutricionais possuem alguns componentes que ajudam a melhorar ou prevenir algumas doenças. Os primeiros estudos mostraram o efeito dos fenólicos (substâncias com efeito benéfico) do vinho no controle do LDL, ou colesterol “ruim”. Também o tanino e as epicatequinas, outras substâncias que possuem efeito antioxidante, 20 vezes mais potente que a Vitamina E. Contém ainda o resveratrol, que também tem atuação nas LDL e que pode inibir o agrupamento de plaquetas e, conseqüentemente, a formação de coágulos sangüíneos.

Veja algumas receitas com uvas:

Shake Verde
Canapés de Uvas
Salada Tropical
Frango com Uvas
Uvas em Gelatina
Calda de uvas

Publicado em 11/01/2006

3 comentários:

Milena disse...

Oi Leandro!!
Adorei as dicas sobre a uva!!
Passei uma semana na praia me entupindo delas!!
Comi muita uva que pena que comi muito crepe tb!!!
Beijos e boa semana

Sara disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sara disse...

Não deve haver nada tão difícil como perder peso, a verdade é que eu tive o mesmo problema e, felizmente, hoje eu posso cuidar de mim um pouco mais e até que eu possa ir comer nos restaurantes de Moema, sem ir ao mar em restaurantes em itu